Revista

Revista Senso Incomum 05: Compreendendo o governo Bolsonaro (até agora)

Na nova edição de nossa revista, uma investigação das franjas do poder no governo Bolsonaro. Também uma análise simbólica do governo - e como escapar das tretas na direita

As intrigas palacianas no governo tentam substituir os últimos 4 anos de emoções eletrizantes a cada dia pós-impeachment. Seja a novela com Flávio Bolsonaro na Alerj e seu assessor Fabrício Queiroz, seja o indefectível Gustavo Bebianno, sejam os arroubos do general Mourão na vice-presidência. No meio de tudo, a mídia, que sempre trata Jair Bolsonaro como pior do que Hitler, ciscando migalhas para formar uma nova narrativa do que acontece no país.

Mas migalhas não formam uma coerência. Para entender aonde vai parar o governo Bolsonaro, é preciso entender o que está acontecendo – e, afinal, compreender as forças que circundam o eixo de poder do presidente, que podem, vez por outra, apitar e mandar mais do que o próprio presidente.

É o que propomos na quinta edição de nossa revista, que marca o início de nossa fase mais, digamos, regular. Desde antes de assumir, Bolsonaro foi circundado por figuras estranhas à sua própria imagem, como Bebianno e Mourão. Agora, tais personagens cobram o preço. Mas não parece que a narrativa atual tenha entendido direto os fatos, em sua ânsia por catar as migalhas que caem no chão.

Além disso, ainda fizemos uma análise simbólica do governo Bolsonaro e de sua figura como presidente. Não é segredo que aquele candidato anti-establishment, que foi para um partido com um único deputado e com apenas 9 segundos de tempo de TV, não foi colocado na presidência por uma formalidade, mas por ser o símbolo de algo que o povo brasileiro ansiava e não encontrava na política. Mas como fica sua imagem após este primeiro teste na presidência?

Também comentamos como sobreviver às tretas na direita, agora que a esquerda se foi e a pancadaria começou a ser travada dentro das próprias trincheiras conservadoras. Por que os ânimos na internet estão tão elevados e como tentar evitar o fogo-amigo, escapando de dicotomias falhas como liberal x conservador ou individualista x coletivista?

Isto tudo para nossos patronos, que terão acesso a todas as nossas revistas ao se cadastrarem no Patreon, em dólar, ou no Apoia.se, que além de aceitar pagamento em real, ainda permite pagar via boleto. Você pode se tornar nosso patrono a partir de US$ 1 ou R$ 10 para ter acesso à nossa revista exclusiva.

Além de tudo, ainda pode ler no Kindle ou outro leitor de e-books.

Você irá ajudar o Senso Incomum a crescer e ainda ficará informado com nossas análises mais aprofundadas, que não cabem em artigos para serem lidos na pressa da internet.

A revista pretende ter uma regularidade muito maior depois de todas as últimas reformas no Senso Incomum, que nos permitiram ter muito mais publicações, comentar diversos temas em voga e ainda fazer análises mais aprofundadas. Basta ser patrono via Patreon ou Apoia.se e ter acesso a todas as nossas revistas.

Assine via Patreonhttps://www.patreon.com/sensoincomum

Assine via Apoia.sehttps://apoia.se/sensoincomum

Insira sua senha para fazer download:

PDF: 

ePub / Mobi:

—————

Consiga uma vaga de emprego ou melhore seu cargo fazendo seu currículo no CVpraVC!

Adquira as camisetas e canecas do Senso Incomum na Vista Direita.

Publicidade
Sem mais artigos