Foia & desVeja

Veja e Mônica Bergamo chamam de ‘golpe’ revolta popular contra o ditador Maduro”

Para os jornalistas da Folha e da Abril, a luta do povo contra o socialismo é golpe e a fome na Venezuela é uma conspiração americana 

Publicidade

A revolta do povo venezuelano contra a fome, a miséria, e o poder ditatorial do socialista  Nicolás Maduro, é tratada como golpe pelos jornalistas da editora Abril e também pela Mônica Bergamo, da Folha de São Paulo.

Para os jornalistas, as milícias de Maduro passando com um tanque por cima da população, fuzilando civis a esmo, é um ato legitimo da democracia; a luta do povo contra a ditadura socialista de Maduro, golpe; a fome na Venezuela, uma trama do imperialismo americano;  o socialismo bolivariano, uma teoria da conspiração.

Não é uma surpresa as atitudes desses jornalistas que possuem o mesmo discurso dos seus ditadores prediletos. O que fazem é seguir aquilo que o seu maior ídolo, Stalin, fazia e pensava:

A morte de uma pessoa é uma tragédia; a de milhões, uma estatística.

—————

Confuso com o governo Bolsonaro? Desvendamos o nó na revista exclusiva para patronos através do Patreon ou Apoia.se.

Assine e assista o documentário 1964: O Brasil entre armas e livros e ganhe um e-book.

Consiga uma vaga de emprego ou melhore seu cargo fazendo seu currículo no CVpraVC!

Adquira as camisetas e canecas do Senso Incomum na Vista Direita.

Não perca o curso Ciência, Política e Ideologia em Eric Voegelin, de Flavio Morgenstern, no Instituto Borborema!

Sem mais artigos