Colírio

Valeu, Felipe Moura! Rui Falcão convoca Filipe G. Martins para depor na CPMI das fake news

O plano da CPMI das fake news para censurar a internet como na China ganha reforço de peso: Felipe Moura Brasil e a revista Crusoé

Publicidade

A reportagem “bombástica” de Felipe Moura Brasil na Crusoé que “prova” que existem milícias virtuais já causou seus primeiros impactos. Rui Falcão, antigo presidente do PT, um dos nomes fortes da velha guarda bolchevique do partido, convocou o assessor especial da presidência da República e nosso ex-sub-editor, Filipe G. Martins, para depor na CPMI das fake news. Diz o texto da convocação:

Matérias publicadas pela revista CRUSOÉ, de 11/10/2019, intitulada “Os blogueiros de crachá”, e pelo site Congresso em Foco, intitulada “Milícia virtual bolsonarista envolve assessor do Planalto e até derrubada de ministro”, também de11/10/2019, demonstram o modus operadi de um grupo de blogueiros, alguns instalados no próprio Palácio do Planalto, na utilização de fake news para atacar autoridades públicos.

Mensagens e áudios de WhatsApp divulgados pela revista Crusoé nesta sexta- feira (11) revelam como funcio na a militâ nc ia bolsonarista na inter ne t . Empresários, blogueiros e funcionários públicos atuam em conjunto e de maneira organizada para derrubar funcionários, destruir reputações e promover linchamentos virtuais, mostra o jornalista Felipe Moura Brasil. A reportagem indica o envolvimento do assessor especial da presidência para Assuntos Internacionais, Filipe Martins, com o grupo. Também aponta fogo amigo contra os ministros Paulo Guedes (Economia) e Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública).

Toda a “reunião secreta” que Filipe avisa que “não é pra avisar ninguém” (ohh), foi postada pelo próprio Filipe, com foto e tudo, no mesmo dia. Essa é a “prova” da Crusoé para dizer que há “milícias virtuais que recebem ordem e provavelmente dinheiro do governo para atacar violentamente e com discurso de ódio adversários da ala mais radical do bolsolavismo”. Só faltou dizer que é racista, machista, homofóbico e fascista.

Agora, a reportagem da revista de Diogo Mainardi, Mario Sabino e Felipe Moura Brasil, que contrataram Marlos Apyus, um eleitor de Fernando Haddad, para o Antagonista, serviu exatamente aos propósitos de Rui Falcão: perseguir qualquer elemento conservador (como é mesmo? “ala ideológica”, né?) no governo, para logo termos tudo como antes no Estadodemocráticodedireito. Aguardamos a contratação de Reinaldo Azevedo.

Não paramos de avisar: a CPMI das fake news é o plano supremo do establishment, dos partidões e do centrão, articulado pelo MBL, para dois propósitos horríveis. O leve é derrubar Bolsonaro, e instaurar um “parlamentarismo branco” com Maia no poder. O gravíssimo é a criação de todo um cabedal para censurar a internet.

Curioso que a revista Crusoé, que já defendemos aqui, que já foi censurada pelo STF em um dos maiores casos de abuso de poder sem lei no Brasil, se dobre à censura completa da internet, em nome de supostas “fake news” (que Felipe Moura Brasil, afinal, não achou: só mostrou que recebeu conversas vazadas, e interceptou).

Agora, Felipe Moura Brasil aprofunda o verdevaldismo, ajuda a acabar com o direito à privacidade no Brasil, trata fofoca como “jornalismo”, não apresenta provas de nada e favorece o PT de Rui Falcão em sua busca por poder. Lembra-se de quando Felipe Moura estava contra Rui Falcão?Felipe Moura Brasil x Rui Falcão

Agora, a ordem é clara: comemorar cada derrota ao “gabinete do ódio” (um conservador falando isso?!) sem provas nenhuma, com os perfis da seita do MBL e da isentolândia perdida, junto à militância virtual do PT. E viva Rui Falcão!

Certas coisas só funcionam com diminuição da audiência. Você, continua seguindo essa turma “para se informar”? Continua dando dinheiro para eles para “saber o que está acontecendo”? Ouve, lê, compartilha nos grupos, mas depois fala “que absurdo dizerem isso”? Pois então, saiba que só fará alguma diferença se deixar de seguir, discutir as páginas, parar de dar audiência.

Enquanto Diogo Mainardi, Mário Sabino, Marlos Apyus, Felipe Moura Brasil e o MBL se esforçam para uma volta do PT ao poder, nós avisamos novamente: o futuro da liberdade e do direito à privacidade no país depende de você entender a CPMI das fake news. Leia em nossa revista todo o plano arquitetado para que as redes sociais não tenham mais nenhuma liberdade em nossa revista.

Publicidade
Sem mais artigos