LOADING

Type to search

Mais armas, menos mortes

Brasil tem menor índice de homicídios por arma de fogo desde 1999

Enquanto o registro de armas bate recorde, dados preliminares mostram queda histórica no número de homicídios no país, especialmente por armas de fogo

Avatar
Share

O Centro de Pesquisa em Direito e Segurança (CEPEDES) divulgou nesta segunda-feira, 14, um artigo de Fabrício Rebelo, coordenador da organização, mostrando que em 2019 o número de homicídios no país sofreu a maior queda que se tem registro na história: 22,99% menos mortes – quase o dobro do percentual registrado em 2018.

Os dados também contrariam a narrativa de que “quanto mais armas, mais mortes”. Segundo diz o artigo, o pedido de registro de armas de fogo teve grande aumento no período analisado. “São, portanto, dois anos de uma série consolidada de recordes inversos: drástica queda de homicídios, sobretudo aqueles com uso de arma de fogo, e substancial elevação na venda destas armas”, escreve Rebelo.

Guten Morgen 56: Armas previnem atentados, livros não – com Bene Barbosa

O CEPEDES usou dados preliminares do Sistema de Informação de Mortalidade (SIM) do DATASUS, o banco de dados que reúne estatísticas oficiais do Ministério da Saúde. O artigo você lê na íntegra neste link. Acesse também os dados compilados pelo CEPEDES sobre os índices de homicídios aqui.


Seja membro do Brasil Paralelo e tenha acesso a horas de conteúdo sobre liberdade de expressão!

Entenda o pensamento do maior psicólogo da atualidade: Jordan Peterson – Entre a Ordem e o Caos!

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Vista Direita

Tags:
Avatar
Leonardo Trielli

Leonardo Trielli não é escritor, não é palestrante, não é intelectual. Também não é bombeiro, nem frentista, não é formado em economia e nem ciências políticas. Nunca trabalhou como mecânico e nem bilheteiro de circo. Twitter: @leotrielli

  • 1