Digite para buscar

Liberdade

CEO da MyPillow cria rede social para “cancelados” do YouTube e Twitter

Mike Lindell vai lançar plataforma Vocal, que pretende ser "local seguro" para pessoas canceladas por discordarem da narrativa esquerdista nas Big Techs

Avatar
Compartilhar
CEO da MyPillow cria rede social para "cancelados" do YouTube e Twitter

O CEO e fundador da MyPillow, Mike Lindell (foto), disse disse que em questão de dias lançará uma plataforma de rede social livre de censura.

Lindell teve todas as suas contas – pessoais e de sua empresa – banidas das redes sociais pelas Big Tech. “Você não precisará mais pisar em ovos”, disse o empresário à rede de televisão NTD.

Batizada de Vocal, a plataforma pretende ser a casa de jornalistas e influenciadores que foram cancelados pelas Big Tech.

“Minha plataforma é feita para (…) pessoas que têm podcasts, pessoas que têm rádios e estações de TV que não podem falar a verdade [pois] perdem seus canais no YouTube ou são ameaçadas de serem processadas por Dominion ou seja lá o que for”, disse Lindell.

O empresário está sendo processado em US$ 1,3 bilhão pela Dominion Voting Systems por suas declarações sobre as eleições dos EUA.

Com informações de Epoch Times Brasil


Seja membro da Brasil Paralelo por apenas R$ 10 por mês e tenha acesso a horas de conteúdo sobre liberdade de expressão!

Entenda o pensamento do maior psicólogo da atualidade: Jordan Peterson – Entre a Ordem e o Caos!

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Vista Direita

Assuntos:
Avatar
Leonardo Trielli

Leonardo Trielli não é escritor, não é palestrante, não é intelectual. Também não é bombeiro, nem frentista, não é formado em economia e nem ciências políticas. Nunca trabalhou como mecânico e nem bilheteiro de circo. Twitter: @leotrielli

  • 1