Digite para buscar

Saúde?

Província do Canadá proíbe reunião de pessoas para combater “desinformação”

Após o lockdown contra o vírus, província de Nova Escócia implementa medida autoritária para pessoas não conversarem sem fiscalização do governo

Compartilhar
Canadá proíbe reunião de pessoas para combater "desinformação"

O diretor de Saúde da província canadense de Nova Escócia, Dr. Robert Strang (foto), afirmou que um dos propósitos da proibição da livre reunião de pessoas é combater a propagação de “informações falsas”.

A afirmação foi feita em 31 de maio, em resposta à jornalista Janet Whitman, da Halifax Magazine, durante uma coletiva de imprensa sobre a situação da pandemia na região.

Whitman questionou o diretor de saúde sobre uma liminar, expedida dias antes pela Suprema Corte da província, proibindo reunião de pessoas mesmo após os números de infecções na região apresentarem queda.

Veja o vídeo e a transcrição:

Janet: Estou me perguntando se a liminar [que proíbe] reuniões públicas, se realmente existe a necessidade de uma medida tão abrangente.

Dr. Robert Grant: Você sabe que nós ainda temos… Reunir um grande número de pessoas ainda pode apresentar algum risco, nós iremos continuar tomando conta disto. E outro propósito da liminar é o de prevenir grupos que estão deliberadamente espalhando informações falsas que criam riscos. As informações, se levadas a sério, criam riscos para o público. Certamente temos a necessidade de gerenciar esta campanha de desinformação.”

Um governo usando a pandemia como desculpa para implementar medidas autoritárias. Mais uma “teoria da conspiração” que virou realidade.


Seja membro da Brasil Paralelo por apenas R$ 10 por mês e tenha acesso a horas de conteúdo sobre liberdade de expressão!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Panela Store

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Assuntos:
Leonardo Trielli

Leonardo Trielli não é escritor, não é palestrante, não é intelectual. Também não é bombeiro, nem frentista, não é formado em economia e nem ciências políticas. Nunca trabalhou como mecânico e nem bilheteiro de circo. Twitter: @leotrielli

  • 1