Digite para buscar

Inocência perdida

Personagens de desenho da Netflix dizem “todes” e “amigues”

Criança que não sabe se é menino ou menina, dinossauro que fala "todes", pais homossexuais que dizem "amigues". Este é o tipo de lixo pelo qual assinante está pagando

Compartilhar
Personagens de desenho infantil da Netflix dizem "todes" e "amigues"

A nefasta ideologia de gênero está presente em uma série animada para crianças do serviço de streaming Netflix, em um episódio de Ridley Jones – A Guardiã do Museu.

O desenho animado é protagonizado por Ridley, uma menina de seis anos que mora em um Museu de História Natural onde as peças de exposição tomam vida enquanto o museu está fechado ao público.

A trama do episódio da quarta temporada é recheada de linguagem neutra, com um dinossauro falando “todes” e duas múmias egípcias homossexuais chamando os amigos de sua filha de “amigues”.

Veja os vídeos abaixo:


Seja membro da Brasil Paralelo por apenas R$ 10 por mês e tenha acesso a horas de conteúdo sobre liberdade de expressão!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Panela Store

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Assuntos:
Leonardo Trielli

Leonardo Trielli não é escritor, não é palestrante, não é intelectual. Também não é bombeiro, nem frentista, não é formado em economia e nem ciências políticas. Nunca trabalhou como mecânico e nem bilheteiro de circo. Twitter: @leotrielli

  • 1