Digite para buscar

Supremo legislador

Corte Suprema do México libera aborto no país

Supremo de Justiça do México abre caminho para descriminalização do assassinato de bebês não-nascidos. Horas depois, terremoto atinge Acapulco

Compartilhar
Corte Suprema do México libera aborto no país

A mais alta corte de Justiça do México decidiu, nesta terça-feira (07), que o assassinato de bebês não-nascidos não pode mais ser considerado crime no país. Em decisão unânime, os juízes da Corte Suprema declararam inconstitucionais as leis que criminalizam o aborto.

Os estados de Oaxaca, Veracruz e Hidalgo, além da capital federal, permitem o assassinato de não-nascidos até a 12ª semana de gestação. Nos demais, o aborto só era permitido em casos de estupro ou risco de morte da mãe.

Na prática, a decisão da Corte abre caminho para a legalização em todos os outros estados, pois no México os Direitos Civis são regulamentados pelas casas legislativas regionais. Entretanto, o entendimento da Corte passa a ser obrigatório para todos os juízes mexicanos.

A decisão vem após o debate de um caso questionando a criminalização do assassinato de não-nascidos no estado de Coahiula, que previa até três anos de prisão para quem cometesse o crime.

Em tempo: na noite de terça-feira (7) um terremoto de magnitude 7,1 com epicentro a 14 quilômetros a sudeste de Acapulco matou uma pessoa e provocou um raro fenômeno natural de luz no céu.

Com informações de Revista Oeste


Seja membro da Brasil Paralelo por apenas R$ 10 por mês e tenha acesso a horas de conteúdo sobre liberdade de expressão!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Panela Store

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Assuntos:
Leonardo Trielli

Leonardo Trielli não é escritor, não é palestrante, não é intelectual. Também não é bombeiro, nem frentista, não é formado em economia e nem ciências políticas. Nunca trabalhou como mecânico e nem bilheteiro de circo. Twitter: @leotrielli

  • 1