Digite para buscar

Gonzo power

Vila Sésamo incluirá dois muppets negros para “ensinar crianças sobre racismo”

Dois muppets negros, Wes e seu pai Elijah, irão ensinar às crianças o "ABC da Alfabetização Racial" em vídeos por "justiça social"

Avatar
Compartilhar
muppetshow

Um espectro ronda a inteligência – o fantasma do progressismo. Podem chamar de comunismo também, embora os entedidinhos digam que ele caiu junto com o muro. Progressismo é a maquiagem da vez. 

Contra ele, mesmo o mais sensato dos mortais remexe-se feito um mandril sob efeito da marula. Ele veio para destruir qualquer restinho de equilíbrio. O progressismo da vez (devíamos adotar a palavra como sinônimo de sandice) é inserir Muppets negros para falar de racismo.

Segundo o New York Post, a franquia Vila Sésamo adotará dois Muppets negros para ensinar o “abc da alfabetização racial”. É claro que num programa com personagens verdes, azuis, magenta e cinza, estava mesmo faltando a representação da negritude.

Cada vez mais os progressistas invadem a infância a fim de capturar seu público – que costuma se afastar quando arruma o primeiro emprego numa vendinha local. Ao desorientar a inteligência ainda na tenra infância, a esquerda radical consegue dar uma sobrevida à sua ideologia capenga e retrógrada.

Segunda a matéria, não é a primeira vez que o programa facilita “conversas difíceis”. Já se falou de temas importantes, como drogas e autismo, mas também já se enfiou caraminholas sobre sem-tetos e encarceramento.

O sequestro da cultura pop pela esquerda, infiltrando seu pensamento tacanho em indivíduos cada vez mais jovens, tem tudo para descambar numa tragédia sem precedentes.

A cultura do cancelamento é um balão de ensaio para um próspero e não muito distante extermínio de quem pensa diferente de Stalin, Foucault e Kim Jong-un. 


Seja membro da Brasil Paralelo por apenas R$ 10 por mês e tenha acesso a horas de conteúdo sobre liberdade de expressão!

Entenda o pensamento do maior psicólogo da atualidade: Jordan Peterson – Entre a Ordem e o Caos!

Faça seu currículo com a CVpraVC e obtenha bônus exclusivos!

Conheça a Livraria Senso Incomum e fique inteligente como nós

Vista-se com estilo e perca amigos com a loja do Senso Incomum na Vista Direita

Assuntos:
Avatar
Carlos de Freitas

Carlos de Freitas é o pseudônimo de Carlos de Freitas, redator e escritor (embora nunca tenha publicado uma oração coordenada assindética conclusiva). Diretor do núcleo de projetos culturais da Panela Produtora e editor do Senso Incomum. Cutuca as pessoas pelas costas e depois finge que não foi ele. Contraiu malária numa viagem que fez aos Alpes Suiços. Não fuma. Twitter: @CFreitasR

  • 1